Lazer

Atrações Turísticas

Banquetas D’água

“Canais artificiais abertos no solo para a condução das águas captadas em nascentes ou ribeirões até os reservatórios das máquinas de tratamento do minério; foram de grande relevância no contexto histórico de Honório Bicalho… Com a desativação das minas, as banquetas não possuem, atualmente, nenhuma utilização industrial, mas foram incorporadas no cotidiano dos moradores, que usam as trilhas ao lado dos regos para fazer caminhadas e passeios. Em alguns casos, as águas das banquetas ainda são utilizadas para o abastecimento doméstico. São muito conhecidas as banquetas de Matozinhos, Zumbi, Maias, Vinte e Sete Voltas e Azulão” (Prefeitura de Nova Lima).


Bicame

novalima_02 (1)

Importante referência da paisagem urbana de Nova Lima, o bicame foi escolhido por votação popular como o símbolo da cidade. O bicame é um aqueduto construído em 1890 pela Saint John del Rey Minning Company para o abastecimento de água da área industrial da mineração Morro Velho. São 200 metros lineares de extensão, ligando o Rego Grande ao Rego dos Amores. Sua estrutura atravessa perpendicularmente quatro ruas, formando arcos de passagem para veículos e pedestres.

O Bicame é tombado pelo município. Decreto Municipal nº 2.072, de 2 de abril de 2004.


Casa Aristídes

lazer_03
Foto: www.flickr.com/photos/darlamnc/304327629

Edificação datada do século passado, em estilo arquitetônico inglês, foi recuperada pela Prefeitura de Nova Lima em 1997. Passou a abrigar a Escola Casa Aristides, a primeira escola de reciclagem do Brasil.


Casa Grande – Centro de Memória Ouro Velho

lazer_04
Foto: www.descubraminas.com.br/Turismo/Destino AtrativoDetalhe.aspx?cod_destino=13&cod_atrativo=159

A primeira casa pertenceu ao padre Freitas, antigo dono da mina do Morro Velho; quando a mina foi vendida para a Saint John Del Rey Mining Company, foi transformada em casa dos superintendentes ingleses. Depois foi transformada em casa de hóspedes da Mineração Morro Velho. Hoje, a Casa Grande é um centro de preservação histórica. Seu acervo guarda coleções de pedras, armas antigas, instrumentos utilizados nas diferentes fases do processo de mineração, álbuns de geologia e engenharia, fotografias e registros do início do século passado, além de uma rica biblioteca com clássicos da literatura inglesa.


Casarão da Mina

Antiga pensão onde se hospedavam os visitantes ilustres da Morro Velho. Localizado próximo ao Bicame, o casarão, construído pelos ingleses na segunda metade do século XIX, foi clube e restaurante. Hoje funciona o CAEI – Campo Alto Empreendimentos Imobiliários, da Mineração Morro Velho.

Endereço: Rua Cristóvão Colombo/Praça Grã-Bretanha


Conjunto Arquitetônico de Rio de Peixe

O pequeno povoado, onde ainda hoje moram alguns funcionários da Morro Velho, abriga a primeira Usina Hidrelétrica de Minas, construída no início do século. As casas são em estilo inglês e a paisagem é simplesmente deslumbrante, rodeada de vertentes e falésias, riachos e cachoeiras. O lugar não dispõe de infra-estrutura. Para conhecer, só conseguindo autorização da Mineração Morro Velho. Acesso pela rodovia MG-030, sentido Nova Lima/Rio Acima


Distrito de Honório Bicalho

lazer_07
Foto: Lucia Dornas http://www.descubraminas.com.br/Turismo/ DestinoAtrativoDetalhe.aspx?cod_destino=13&cod_atrativo=3538

Local de passagem da Estrada Real, Honório Bicalho fica às margens do rio das Velhas. No distrito encontra-se o Santuário de Bom Jesus de Matozinhos, cuja construção foi finalizada em 1760. No entanto, ao longo dos anos, passou por várias reformas. Lá ocorre todos os anos, entre 7 e 21 de setembro, o jubileu de Bom Jesus de Matozinhos. Nesse período, muitos romeiros sobem o morro onde se localiza o santuário, para cumprir promessas.O Santuário do Bom Jesus hoje é administrado pela Congregação Pequenas Missionárias de Maria Imaculada.

Duas festas famosas são a Cavalhada e a Festa de São José Operário.

Em 1890, foi inaugurada no local uma estação ferroviária que fazia parte do trecho Belo Horizonte – Rio Acima. A estação ganhou o nome do engenheiro responsável pelo trecho, Honório Bicalho. Devido a atividade mineradora da Saint John del Rey Mining Company na região a estação possuía um grande movimento, e a localidade ficou conhecida com o nome do engenheiro.

No distrito foi inaugurada a trilha Parque Rio das Velhas, com 30 quilômetros, que se inicia no distrito de Mazagão, município de Itabirito. Durante o percurso, entra-se em contato com diversos tipos de vegetação, como cerrados e campos rupestres. Honório Bicalho possui natureza exuberante com destaque para os cursos d’água que formam cachoeiras e poços como o Poço Azulão de 2 metros de altura e forma uma piscina natural para banhos, além de vários cursos d’água, presentes nas matas do Zumbi, das Sete Voltas, das três Barras, das Cambimbas, Luzia da Mota e a Vargem de Lima.


Distrito de São Sebastião das Águas Claras

lazer_08
Foto: Sérgio Neto www.overmundo.com.br/guia/almoçar-em-macacos

Mais conhecido como Macacos, o distrito de São Sebastião das Águas Claras começou a ser povoado na primeira metade do século XVIII e, já em 1740, constava como arraial no censo populacional realizado na vila de Sabará. O arraial de Macacos teve seu crescimento ligado à exploração de ouro no chamado ‘Descoberto dos Macacos”, por volta de 1765. Poucas construções restaram do período colonial, entre elas a capela de São Sebastião.

O distrito é cada vez mais procurado, tanto pelas festas como pela natureza e pela tranqüilidade do lugar, mas certamente por ter tudo isso a apenas meia hora de Belo Horizonte. Macacos tem um bom comércio com ótimos restaurantes, onde o turista pode saborear desde um bom frango com quiabo feito no fogão a lenha, até comidas exóticas. O jeito simples do povoado é convidativo para passear, desfrutar de um bom almoço e se hospedar em uma confortável pousada.


Estádio Municipal Castor Cifuentes

lazer_09
Foto: www.villanovamg.com.br/estadio.php

Com capacidade para 12 mil torcedores, o Estádio recebeu recentemente um dos mais modernos sistemas de iluminação do interior de Minas, que permite, além da realização das partidas de futebol noturnas, novas opções de lazer à população. Abriga, também, uma sala com exposição fotográfica e de troféus, que contam a história do tradicional Villa Nova Atlético Clube. O time foi batizado de Leão do Bonfim, foi criado em 1908 por trabalhadores da Mineração Morro Velho, e participa de todos os campeonatos Mineiros e de competições nacionais.


Quintas dos Ingleses

Conjunto de casas em estilo europeu – parte delas do século XIX – , foi construído para abrigar os diretores e engenheiros da “Saint John Del Rey Mining Company”. Do alto das Quintas, tem-se uma visão panorâmica da cidade.


Rua Zigue Zague Grande e Zigue Zague Pequeno

lazer_11
Foto: www.oyo.com.br/atracoes/nova-lima/rua-ziguezague/fotos-videos/

As ruas Zigue Zague Grande e Zigue Zague Pequeno foram contruídas por escravos e são formadas por um conjunto de rampas bidirecionadas em pedra com escadaria lateral. Sua função era facilitar e dar maior segurança para pedestres e montarias no acesso da parte mais baixa à parte mais alta da cidade.

As ruas Zigue Zague Grande – rua Augusto de Lima e Zigue Zague Pequeno são tombadas pelo Conselho Consultivo de Patrimônio Histórico e Artístico de Nova Lima.


Usina do Gaia

A antiga “Casa de Força” foi inaugurada em 1903 para gerar energia elétrica aproveitando o manancial aqüífero do Ribeirão dos Macacos, através de construção de barragem e canal de desvio das águas para alimentar a usina. Sua capacidade inicial era de 310 KVA, tensão de 2300 Volts e geração em 50 Hz. O seu objetivo era gerar energia elétrica para iluminação, funcionamento de máquinas e principalmente para melhoria do sistema de ventilação das minas, proporcionando aos funcionários melhores condições de trabalho. A Usina funcionou até 1995. O prédio é um belo exemplar da arquitetura eclética.


Teatro Municipal Manoel Franzen de Lima

lazer_13
Foto: www.cruzeirofutebolclube.com/turismo.php

Valioso exemplo de arquitetura art déco, o teatro foi projetado em 1939 pelo italiano Raffaello Berti, um dos mais importantes nomes da arquitetura em Minas antes do modernismo chegar ao Estado. A obra foi uma iniciativa do prefeito Manoel Franzen de Lima e contava com o apoio do governador Benedicto Valladares. Por questões políticas, as obras foram paralisadas. O empresário Francisco Crepelo, em uma empreitada particular, deu continuidade às obras.

A inauguração do Cine-Teatro Municipal aconteceu no dia 7 de setembro de 1943, período de construção das grandes salas de cinema no Brasil; esse chegou a ser a segunda maior casa de espetáculos de Minas Gerais. Em 1989, seu nome foi alterado para homenagear o ex-prefeito Manoel Franzen de Lima. Em 1995, foi fechado por problemas técnicos e reaberto em 1997. Depois o teatro passou por um amplo processo de restauração e foi reaberto em 2004.

O teatro possui três pavimentos e capacidade para 805 pessoas. Suas instalações são compostas pelo foyer, escadas e pisos em mármore preto e branco, quatro camarins, dez instalações sanitárias e uma sala multimeios.Como incentivador de cultura, abrigou uma escola de balé antes de possuir sua sede própria e três grupos de teatros locais. O Teatro Municipal Manoel Franzen de Lima é tombado pelo Conselho Consultivo de Patrimônio Histórico e Artístico de Nova Lima.


Atrações Ecológicas

Cachoeira dos Macacos

lazer_14
Foto: www.sengsegt.com.br

“É a mais freqüentada da região. O local é contornado por formações rochosas por onde a água passa e forma um salto único de 2 metros de altura. A água é límpida, e a temperatura é em torno de 20º C.

 

 

 

Lagoa Cambimbas

Localizada entre o Morro do Galo (Bairro do Galo) e o distrito de Honório Bicalho. Acesso através da estrada que leva a Raposos. A entrada é antes da ponte.

Lagoa da Codorna

Localizada na região de Rio de Peixe, a lagoa faz divisa com Itabirito. O acesso pode ser pela estrada que liga Nova Lima a Rio Acima ou através do trevo que vai para Itabirito.

Lagoa Miguelão

Às margens da BR-040,com entrada após o condomínio Morro do Chapéu.

Mineração Morro Velho

Instalada há mais de 150 anos, a Mina de Morro Velho é responsável pela metade da produção aurífera do Brasil e o único exemplo de mineração subterrânea profunda no país. É atualmente controlada pelo grupo Anglo Gold South America.

Morro do Elefante

O nome foi dado devido à sua semelhança com um elefante deitado. Ótimo local para quem gosta de escaladas ou caminhadas. Do seu cume se tem uma bela vista de toda a região. É frequentado pelos astrônomos para observar o céu à noite.


Parque Ecológico Municipal Rego dos Carrapatos

lazer_20
Foto: Celso Travassos www.serradocaraca.com.br/ecoturismo-e-turismo-de-aventura-no-circuito-do-ouro-sao-boas-opcoes-nessas-ferias/

No parque está a mais antiga banqueta já construída em Nova Lima. A banqueta dos Carrapatos possui 5,5 quilômetros de extensão e era a responsável pela captação de água potável para a então Congonhas do Sabará, hoje Nova Lima. Nos últimos cem anos, a água da banqueta foi utilizada também para a lavagem do ouro.

No parque são encontrados exemplares de jacarandá, peroba, pau-de-óleo, pau-doce, canela, cortiça, sangra d’água, plantas ornamentais, lírios silvestres, e samambaiaçu, planta-símbolo do parque. Saíra, sabiá, bem-te-vi, assanhaço e jacu são exemplos de aves que habitam o parque. Ariranha, paca e gato-do-mato são os mamíferos encontrados na área.

Fonte: http://citybrazil.uol.com.br/mg/novalima/

Cadastre e receba nossas
informações por email!

Powered by WPNewsman